Thursday, April 20, 2006

Um sistema complexo adaptativo tem componentes que interagem criticamente e se organizam formando estruturas potencialmente evolutivas, sem a participacao explicita do meio exterior, a nao ser pelo fato de serem sistemas abertos dissipativos, isto é, que usam energia externa para manter a sua forma. Funcionam com regras simples de interacao entre seus componentes e exibem ordem global a partir dessas interacoes locais. A auto organizacao desses sistemas se dá pela existencia de atratores no espaco de fase (ou de estados possiveis) que tambem sao dinamicos. Os atratores sao regioes no espaco de fase nos quais o sistema pode entrar mas de onde nao pode sair, a nao ser que haja transicoes de fase, ou catastrofes. A dinamica dos atratores explica por exemplo o controle neuronal da memoria, ver por exemplo
http://www.sciencemag.org/cgi/content/full/sci;308/5723/873